Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Tristeza

Uma das situações mais confusas que há, é quando alguém está chateado connosco e nós não temos a mais pequena ideia do motivo. Pensamos, repensamos mas não chegamos a conclusão nenhuma.

Tentamos investigar qual o motivo mas cortam-nos a comunicação: não nos atendem o telemóvel, não respondem a mensagens ou qualquer outra tentativa de comunicação. Ao princípio ficamos cheios de angústia, de preocupação e só no fim percebemos que, afinal, estão chateados connosco.

O que não entendo é o porquê da fuga da confrontação do outro com aquilo que está a incomodar. Será que o outro não tem o direito de saber o porquê? Não tem o direito de se defender, de se justificar? É assim que se resolvem os problemas? Não é a conversar que as pessoas se entendem? Parece que não...

E é desta maneira que se causam os atritos, os mal entendidos, as pequenas raivas, as mágoas, as sensibilidades...

A vida é tão curta e há coisas tão belas para viver, será que vale a pena "perder o tempo" alimentando momentos destes? Ultrapassar obstáculos, resolver problemas é mostrar que se ama. Ninguém disse que viver é fácil e, muito menos, que as relações humanas são fáceis. Mas vamos respirar fundo, lavar a cara e enfrentar os problemas da vida com coragem e atitude. Um belo dia de sol não tem de terminar com uma tempestade chuvosa...